Tamanduá Vermelho é uma produtora criada em 2015 por Maya Da-Rin com o intuito de produzir e coproduzir o trabalho de cineastas independentes e artistas visuais.

Maya Da-Rin

Maya Da-Rin é cineasta e artista visual. Graduada com honra de mérito em Cinema e Artes Visuais no Estúdio de Arte Contemporânea Le Fresnoy, é mestre em Cinema e História da Arte pela Sorbonne Nouvelle. Participou de residêcias no Centro de Arte LABoral, na Cinéfondation promovida pelo Festival de Cannes e nos laboratórios de roteiro do TorinoFilmLab. Realizou os documentários E Agora José? (2002), Margem (2006) e Terras (2009), o curta Versão Francesa (2011) e as video instalações Horizonte de Eventos (2012) e Camuflagem (2013). Seu trabalho foi exibido em diversos festivais e centros de arte, como o Festival de Locarno, Toronto, Roterdã, Bienal de São Paulo, MoMA e New Museum NY. Em 2015 criou a produtora Tamanduá Vermelho e atualmente lança seu primeiro longa-metragem de ficção, A Febre (2019). O filme teve sua estreia na Competição Internacional do Festival de Locarno, onde recebeu o pardo de Melhor Ator e o prêmio FIPRESCI, além de ter sido contemplado com outros 20 prêmios como o de Melhor Filme em Brasília, Biarritz e Pingyao, e Melhor Direção em Chicago e Rio.